Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Pneus tubeless ou convencionais, eis a questão!

  • 09/08/2014

Muita gente já ouviu falar de pneus tubeless (sem câmara) para bikes. Alguns se interessam, outros pensam que é bobagem. Então, qual seria a grande vantagem de se usar pneus sem câmara numa mountain bike?


Muita gente já ouviu falar de pneus tubeless (sem câmara) para bikes. Alguns se interessam, outros pensam que é bobagem. Então, qual seria a grande vantagem de se usar pneus sem câmara numa mountain bike? 

Primeiro vamos analisar o pneu com câmara. Essa configuração impossibilita o uso de pressões muito baixas nos pneus (abaixo de 35 psi), pois isso poderia causar a saída da câmara de ar entre o pneu e o aro, provocando o snake bite (situação em que a câmara de ar mordida pelo aro ou raios, causando furos duplos semelhante a uma picada de cobra). 

Você poderá usar pressões bem baixas. Isso traz vantagens imediatas: A tração vai aumentar, pela maior área de contacto entre o pneu e o solo. Em areia, isso é crucial, para que o pneu não afunde e sim flutue sobre a areia. Além disso, um pneu com baixa pressão aumenta a absorção de impactos - de fato, trabalha como um amortecedor - tornando a pedalada mais confortável. 

Outras vantagens de se utilizar pneus sem câmara de ar: 

-Diminuição substancial de problemas com furos; 
-Devido a ausência de câmara de ar, a possibilidade de se ter um snake bite é zero; 
-Diminuição do peso do conjunto roda/pneu. 

Muitas bicicletas de mountain bike já vem equipadas de série com rodas específicas para uso com pneus tubeless. Nesta caso, basta utilizar um bom pneu tubeless ou tubeless ready e colocar o líquido selante no lugar da câmara de ar. Existem várias opções no mercado, sendo a mais conhecida a da marca Stan?s NoTubes, a inventora do sistema. Outras marcas como Continental (Conti Seal) e Caffelatex também disponibilizam líquidos selantes de qualidade. 

No caso de se possuir rodas convencionais (não tubeless), torna-se necessário adquirir um kit de conversão, composto por duas vedantes fitas para os aros, duas válvulas de ar e o próprio liquido anti-furo. Embora a conversão seja possível utilizando pneus convencionais com armação em kevlar, é recomendada a utilização de pneus tubeless ou tubeless ready. Pneus convencionais com armação de arame não são compatíveis. 

Para maior eficácia do sistema, recomenda-se a troca ou reposição do líquido selante a cada dois ou três meses. 

Fonte: MTB Brasília

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | Artigo | Como pedalar nas 4 Estações,

Como pedalar nas 4 Estações,

Mantenha seu corpo em forma 365 Dias

Bikers Rio Pardo | Artigo | Cicloturismo para melhorar o mundo

Cicloturismo para melhorar o mundo

A bicicleta é um veículo agradável e eficiente não apenas para ir até a padaria da esquina... veja +

Bikers Rio Pardo | Artigo | 4 benefícios cardiorrespiratórios do ciclismo

4 benefícios cardiorrespiratórios do cic...

Pedalar pode ser mais do que um hobbie, e se transformar também numa ferramenta potente pa... veja +

Bikers Rio Pardo | Artigo | Os benefícios da acupuntura em atletas amadores de triathlon com algias.

Os benefícios da acupuntura em atletas a...

Os atletas de triathlon de alto rendimento, mesmo não profissionais, referem a dor como pr... veja +

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: Ciclo Aventura - VARGEM GRANDE do Sul - 22/07/2018

Bikers Rio Pardo | Ciclo Aventura - VARGEM GRANDE do Sul