Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Caminho Passos de Anchieta

  • 30/03/2017

O Caminho de Anchieta também denominada de OS PASSOS DE ANCHIETA foi o primeiro roteiro Cristão das Américas, o mesmo procura resgatar o trajeto que o Padre José de Anchieta efetuava nos últimos anos de sua vida, entre a vila de Rerigtiba, atual cidade de Anchieta, até a Vila de Nossa Senhora da Vitória, em Vitória no Estado do Espírito Santo.


O Caminho de Anchieta também denominada de OS PASSOS DE ANCHIETA foi o primeiro roteiro Cristão das Américas, o mesmo procura resgatar o trajeto que o Padre José de Anchieta efetuava nos últimos anos de sua vida, entre a vila de Rerigtiba, atual cidade de Anchieta, até a Vila de Nossa Senhora da Vitória, em Vitória no Estado do Espírito Santo, em companhia dos índios, onde cuidava do Colégio São Tiago, erguido num platô, hoje transformado no Palácio do Governo.

As reconstituições do trajeto foram elaboradas dentro da exatidão que permite a história, deve-se aos conhecimentos que temos dos Jesuítas serem perfeitos andarilhos e cobriam longas distâncias caminhando pelas praias, valendo-se das marés de vazante, quando a areia endurece e permite caminhar com menor dificuldade.

 

Os Passos de Anchieta

Os Passos de Anchieta estendem-se por um caminho de 100 quilômetros de extensão que margeia o litoral, observando a prática andarilha dos colonizadores que se valiam das praias à falta de trilhas na vegetação cerrada que cobria o território de então.

 

Programação do percurso

  • Trecho da Catedral Metropolitana (Vitória) até a Praça da Barra do Jucu (Vila Velha) num percurso de 25 quilômetros;
  • Trecho da Praça da Barra do Jucu (Vila Velha) até Setiba, numa extensão de 28 quilômetros:
  • Trecho de Setiba até Meaípe , num percurso de 24 quilômetros.
  • Trecho de Meaípe à Matriz de Anchieta, percurso de 23 quilômetros.

 

Bicicleta - a bicicleta mais adequada é do tipo moutain bike já que boa parte do roteiro é feito por trilhas e só um pequeno trecho possui asfalto. Observando velocidades médias entre oito a quinze quilômetros você poderá definir o tempo que deseja fazer observando:

  1. em determinados trechos o caminho apresenta solo com areia e você deverá escolher entre empurrar a bicicleta ou usar outra alternativa (trilha de barro ou asfalto);
  2. levar pequenos apetrechos de manutenção, apesar do caminho raramente ficar longo de áreas urbanas onde pode-se encontrar oficinas de reparos;
  3. em certos locais é prudente usar cadeados de segurança;

Pode ser feito até em um dia, mas a proposta não é uma competição contra o relógio que subtrai a percepção dos encantos do caminho. Sugerimos dois dias de sorte a conhecer as belezas naturais e pontos turísticos do caminho.

 

Sinalização do Caminho

O caminho é sempre pelo litoral e portanto a orla deve ser a referência para qualquer eventual desorientação do andarilho. Mas a Abapa instalou sinalização ao longo do percurso e a qualquer altura do trecho você se defronta com placas com as marcas inequívocas dos Passos de Anchieta. Na dúvida vale, claro, apenas indagar de algum comerciante ou morador do local onde se encontrar.

  

Mais informações:

http://www.abapa.org.br/ 

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Imagens

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: 7º Pedal Sport PURA VIDA - Poços de Caldas - 22/10/2017

Bikers Rio Pardo | 7º Pedal Sport PURA VIDA - Poços de Caldas