Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Novo XTR M9100 apresenta o mais versátil grupo de MTB para competidores de XC, Enduro e Maratona

  • 25/05/2018

XTR M9100: projetado para atender aos mais altos padrões de exigência dos competidores de mountain bike com um nível de performance e experiência inigualável


Se existe uma certeza nessa vida, é a de que o mundo do MTB continua a quebrar limites. O mountain bike competitivo evolui a cada ano com pistas ainda mais exigentes e bikes cada vez mais capazes. Não importa se os ciclistas necessitam de uma configuração mais leve, de um maior controle sobre as bikes ou um sistema de transmissão mais versátil para qualquer situação. O novo XTR levou o desafio de desenvolvimento ainda mais longe, com uma série de evoluções em seus componentes de modo a oferecer aos pilotos de MTB a velocidade, o foco e o controle necessários para atingir a vitória e seus objetivos.

Competidores de Cross Country (XC), Maratona e Enduro demandam um equilíbrio sutil entre velocidade, foco e controle, e cada um desses pontos foi analisado e otimizado no desenvolvimento da Série M9100 Shimano XTR. O novo XTR apresenta um cassete de 12 velocidades totalmente inovador com pinhões de amplo alcance de 10-45D ou 10-51D, freios com 2 ou 4 pistões, e um novo cubo com a novíssima tecnologia Shimano Micro Spline. 

Além destes, vem um novo projeto de configuração de freios e alavancas, que permite ao ciclista posicionar seus comandos, incluindo a alavanca de canote retrátil de selim “dropper post” XTR, em uma situação otimizada para máximo conforto e acionamento rápido. Juntos, todos estes desenvolvimentos economizam mais de 150 g em peso para ciclistas de XC e cerca de 90 g para os de Enduro e, uma montagem de trocadores de marchas mais intuitiva para melhoria do foco do ciclista na trilha.

Bas Van Dooren, chefe de equipe de desenvolvimento de produto da Shimano Europa explica: “Velocidade, foco e controle foram os pontos que nos inspiraram durante toda a fase de desenvolvimento. Projetamos o novo XTR para melhorar a aceleração e velocidade, por meio de uma drástica redução na perda de força motriz com o projeto de um sistema de transmissão redesenhado. Não abrimos mão da precisão e foco, permitindo uma montagem intuitiva no guidão com controles bem localizados e novas soluções para freios. Que fique claro: o novo XTR não é uma atualização do anterior M9000, é um novo projeto do zero, para encontrar os melhores componentes de MTB de competição para XC, Maratona e Enduro”.

A velocidade de uma nova geração 

Cassete: Os desenvolvimentos da transmissão começam minimizando os saltos nas mudanças de marchas para oferecer aos ciclistas ritmo ideal, cadência entre cada marcha e, finalmente, uma maior velocidade total. O resultado disso foi o pinhão de 51D, que vem após saltos iguais de 6D nos últimos três pinhões (10-12-14-16-18-21-24-28-33-39-45-51D) para uma cadência nivelada. O XTR também apresenta um cassete de 12 velocidades de 10-45D (10-12-14-16-18-21-24-28-32-36-40-45T) para percursos de MTB mais rápidos e menos íngremes, proporcionando menor perda de cadência. O cassete de 10-45D (CS-M9100-12) é indicado para pilotos de XC que desejam saltos menores entre as marchas além de uma configuração mais leve. Já o de 10-51T (CS-M9100-12) é para pilotos de Trail que precisam encarar todas as montanhas que vêm pela frente.

Ambos cassetes utilizam metais diferentes para a construção de seus pinhões a fim de permitir o melhor equilíbrio entre peso e durabilidade. Os pinhões maiores usam alumínio, no meio é usado titânio e os pinhões menores utilizam aço.

Há ainda uma terceira opção de cassete no novo XTR (CS-M9110-11) para ciclistas com objetivo de usarem um jogo de rodas ainda mais rígido e leve. Essa opção é baseada essencialmente no cassete de 10-51D com o pinhão 51D removível para criar um cassete de 11 velocidades com espaçamento de um cassete de 12-velocidades. O benefício dessa opção é que ela oferece aos ciclistas a chance de criar uma bike mais leve com rodas mais rígidas que pode ser usada com a mesma corrente e trocadores de uma montagem de 12 velocidades.

‘Cubo tech’: Para acomodar esta configuração de 12-velocidades, a Shimano reprojetou o Freehub com o que chamamos de tecnologia Micro Spline. Além de trazer a nova tecnologia Scylence nos cubos traseiros da Shimano. Esta nova tecnologia substitui os engates tradicionais por um sistema de catracas com a finalidade de reduzir a resistência durante a rolagem do Freehub, criando um cubo virtualmente silencioso para que o ciclista foque na trilha à sua frente. Cubos dianteiros estão disponíveis com espaçamento de 100 ou 110 mm com um eixo passante de 15 mm, e cubos traseiros vindo em 142 ou 148mm (especificação Boost) com eixo passante de 12 mm (HB-M9110/-B / FH-M9110/-B). 

Pedivela: Junto a uma dedicada corrente de 12 velocidades (CN-M9100) com Quick Link também de 12 velocidades, vem um pedivela igualmente de 12 velocidades (FC-M9100/M9120-1) com o famoso braço oco (hollow crank arm). Ciclistas de XC que utilizam 1x12 velocidades estarão bem servidos, com uma ampla gama de coroas de montagem direta que vão economizar até 80 g em peso e disponíveis em 30D-38D. Pilotos de Enduro que andam com 1x12 velocidades poderão adicionar o guia de corrente XTR (SM-CD800 E mount, D mount ou ISCG05) para garantir a retenção da corrente, além de terem a opção do pedivela FC-M9120 com um Q-factor mais largo para acomodar quadros de dimensões mais específicas.

Ciclistas que desejam uma gama maior ainda de marchas e controle em todos os tipos de terreno terão a opção de um pedivela 2x12 velocidades (FC-M9100/M9120-B2) com 38-28D, que poderá ser parelhado a um cassete 10-45D, para um alcance máximo de marchas e menor salto entre as marchas para corridas longas com muitas subidas.

Câmbios: São três tipos de câmbios disponíveis no XTR (o RD-M9100-SGS/GS com cage longo ou curto, ou o RD-M9120-SGS de cage longo para coroa dupla), todos eles com um visual agressivo, estiloso e angular, feito em alumínio anodizado. Para auxiliar na performance das trocas, as roldanas vão de 11D no XTR M9100 até um tamanho maior de 13D para melhorar a retenção da corrente que, junto com a tecnologia de design de câmbios traseiros Shimano Shadow RD+, ajudam a minimizar o balançar da corrente durante a pedalada.

Ao mesmo tempo, o câmbio dianteiro também estará disponível em três diferentes versões, dependendo do seu quadro. Câmbios de montagem D-type, E-type e M-type vem com tecnologia Side Swing para trocas de marchas na dianteira com menor esforço.

Mudança de Foco

Trocadores: A teoria que embasou o projeto do trocador era de permitir ao ciclista se adaptar instantaneamente às rápidas mudanças de condição, por meio de uma melhor integração no cockpit que economizaria segundos cruciais nas mudanças de marcha. Isto foi alcançado por meio da criação de um projeto I-Spec-EV, que é o sistema pelo qual os controles do guidão podem ser montados juntos. O novo design I-Spec-EV oferece uma margem de 14 mm de deslocamento lateral e 60 graus de posicionamento rotacional para que os ciclistas possam encontrar a posição mais ergonômica possível para suas mãos nos trocadores e manetes, além de terem um guidão mais organizado.

Na mesma linha, a Shimano também apresenta uma alavanca para dropper de canote (SL-MT800-IL) com montagem I-Spec-EV compatível com todos os tipos comuns de canotes ajustáveis disponíveis no mercado, incluindo o PRO Koryak Dropper post. Além de tudo, os trocadores terão uma operação mais leve permitindo aos ciclistas um movimento dos dedos ainda mais intuitivo e relaxado, oferecendo uma diminuição substancial no emprego de força nas mudanças de marcha em comparação com o XTR M9000.

Características como Rapidfire Plus, 2-Way Release e Multi-Release permanecem da geração anterior. A novidade para os trocadores do M9100 é o conversor de 11 para 12 velocidades (SL-M9100-R/-IR) no trocador de marchas traseiras, para ciclistas que escolherem a montagem com o cubo de “11 velocidades” de flange mais larga. Para ciclistas que optarem pelo trocador dianteiro esquerdo de 2x12 (SL-M9100-IL / SL-M9100-L) existe um inovador design de alavanca ‘Mono’ com operação simplificada e intuitiva, que utiliza a alavanca única para subir e/ou descer as marchas. 

Permaneça em controle

Freios: Construído com base no que é hoje o maior standard de frenagem que existe, o design do manete de freio do XTR M9100 (BL-M9100/M9120) foi modificado com o reposicionamento da abraçadeira e corpo da alavanca. A abraçadeira vai mais para o meio do corpo do manete e a borda do corpo da alavanca é habilmente apoiada contra o guidão para criar um freio mais rígido, uma sensação de contato direto e melhoria no controle.

A opção de 2-pistões (BR-M9100) vem com um manete de freio XC mais leve com a opção de ajuste de alcance do braço do manete. Os freios de 4-pistões (BR-M9120) também possuem um manete dedicado, porém, com uma função de ajuste de alcance sem necessidade de ferramenta, e a tecnologia Shimano Servo Wave para oferecer uma rápida ação “pastilha-rotor”. Ambos os calipers são feitos de alumínio, utilizam uma mangueira de freios de alta rigidez e oferecem uma operação de frenagem de rápida resposta com um curso livre mais curto.

Pastilhas e rotores: para combinar com o formato redesenhado do caliper, o formato da pastilha de freio também mudou. Ciclistas que preferirem o caliper de 4-pistões necessitarão das pastilhas com aletas de resfriamento (N03/4A resina/metal), enquanto no de 2-pistões encaixam as pastilhas sem aletas (K02/4S resina/metal, com opcional de placas de apoio de titânio K02/4Ti). Enquanto isso, o projeto do rotor utiliza uma construção Ice-Technologies Freeza renovada para ambas reduções de peso e aumento na dissipação de calor. Os rotores de 140 e 160mm possuem 5 e 10g, respectivamente, enquanto os rotores de 180 e 203 mm chegaram a 20 C de resfriamento durante testes com o rotor de 203 mm, também economizando 30 g (em comparação ao RT99) em peso.

Second to none

O projeto completo do novo XTR M9100 traz soluções para todos os questionamentos dos melhores atletas de mountain bike do mundo. Como combinar leveza e eficiência na pedalada, com uma maior gama de opções, máximo poder de frenagem, uma montagem super personalizada, excelente durabilidade dos componentes e sistema de transmissão superior? XTR M9100: second to none.

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | Notícia | Garmin® lança ciclocomputador Edge® 130, um dispositivo compacto para usar em qualquer treino

Garmin® lança ciclocomputador Edge® 130,...

Edge 130 é compacto, robusto e possui funcionalidades exclusivas para ciclismo

Bikers Rio Pardo | Notícia | Brasileiros dominam top 3 do pódio no Abierto Across Internacional, na Argentina

Brasileiros dominam top 3 do pódio no Ab...

Prova de mountain bike realizada em Córdoba, em três etapas, teve vitória de Luiz Cocuzzi... veja +

Bikers Rio Pardo | Notícia | Campeonato Mundial de MTB Maratona 2018 - Avancini sagra-se campeão mundial

Campeonato Mundial de MTB Maratona 2018...

Avancini sagra-se Campeão Mundial de MTB Maratona em prova disputada hoje na Itália

Bikers Rio Pardo | Notícia | Mundial de XCO 2018 - Schurter e Kate Courtney sagram-se campeões, Avancini fica na quarta colocação

Mundial de XCO 2018 - Schurter e Kate Co...

Competição acontece neste sábado em Lenzerheide, na Suíça, e definiu os campeões mundias d... veja +

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: 2ª EXPEDIÇÃO A PEDRA DA LUA - 21/10/2018

Bikers Rio Pardo | 2ª EXPEDIÇÃO A PEDRA DA LUA