Certificado Cadastur - Ministério do Turismo do Brasil - 26.064298.80.0001-2

Você conhece o Inca Divide?

  • 11/01/2018

Imagine uma prova de bike que cobre 1800 km pela Cordilheira dos Andes, com 31.000 metros de elevação total, sem nenhum tipo de estrutura de apoio.


Esta é a premissa da Inca Divide, competição que começa no dia 1 de julho, no Peru. 

Até agora, a prova organizada pela Biking Man já preencheu 25 das 50 vagas disponíveis, com representantes de 11 países, sendo 24 homens e apenas 1 mulher. Os corajosos terão 12 dias (ou 288 horas) para completar o percurso, que tem apenas 4 checkpoints obrigatórios. 

 Até o momento, o mineiro Vinicius Martins é o único brasileiro inscrito. Especialista em ultradistâncias, Vini é também o único brasileiro a ter completado a Transcontinental Race, prova clássica que atravessa a Europa. 

 

Autossuficiência

Os competidores da Inca Divide podem encarar o longo pedal sozinhos ou em dupla, mas em ambos os casos as condições são as mesmas: é necessário ser totalmente auto-suficiente, pois não há nenhum tipo de suporte pelo caminho. Para preencher suas necessidades (alimentícias e técnicas) durante o trajeto, os ciclistas apelam ao chamado bikepacking, técnica que consiste em levar consigo na bike apenas o suficiente para garantir alimentação e abrigo adequados. 

A rota da prova pretende mostrar a seus competidores lados menos conhecido do Peru, passando pelo deserto de dunas, as altitudes elevadas do norte do país, a mística cordilheira Branca e os picos das montanhas de Huayhuash. O trajeto inteiro é marcado pelas fortes altitudes, um desafio constante no dia-a-dia dos ciclistas – um dos pontos mais altos da prova atinge os 4.920 metros.

O caminho seguido pelos ciclistas no Inca Divide misturarão asfalto e terra, e podem haver trechos em que é preciso empurrar a bicicleta. As inscrições ainda estão abertas, então se você acredita estar apto a encarar este desafio, corra para cá (as inscrições custam a partir de 350 Euros). 

A primeira edição do Inca Divide aconteceu em julho do ano passado, quando os ciclistas percorreram 3.500 km saindo de Quito, no Equador, até chegar a Cusco, no Peru. Assista ao vídeo da prova abaixo e confira a verdade  irrefutável de que as montanhas podem ser muito generosas com quem ousa explorá-las:

Fonte: Ativo.com

Compartilhe

Curta nossa Fan Page

Veja também

Bikers Rio Pardo | Notícia | Líderes nos três estágios, Brasil e EUA são campeões da 1ª Etapa da Copa internacional de MTB

Líderes nos três estágios, Brasil e EUA...

Henrique Avancini e Chloe Woodruff foram os mais rápidos na somatória de tempo. Decisão ac... veja +

Bikers Rio Pardo | Notícia | Pan-Americano de MTB: ouro para o Brasil com Cocuzzi e Raiza

Pan-Americano de MTB: ouro para o Brasil...

O Brasil conquistou a medalha de ouro da Elite do Campeonato Pan-Americano de Mountain Bik... veja +

Bikers Rio Pardo | Notícia | Relembre as bicicletas que todo mundo teve (ou quis ter) no Brasil

Relembre as bicicletas que todo mundo te...

Selecionamos dez magrelas que marcaram época em terras brasileiras durante as décadas de 1... veja +

Bikers Rio Pardo | Notícia | Vencedores do Prêmio Guidão de Ouro 2018

Vencedores do Prêmio Guidão de Ouro 2018

Confiram os vencedores do Prêmio Guidão de Ouro 2018 realizado pela Revista Bike Action

ACESSE O SITE

Ainda não possui conta? Clique aqui para se cadastrar!

Esconder

Recuperar senha?

Perdeu a senha? Informe o seu e-mail. Você receberá um link para recuperar a senha.

Mensagem de erro!



Voltar para login

Fechar

Próximo Evento: CICLO AVENTURA - NOVA RESENDE-MG - 06/05/2018

Bikers Rio Pardo | CICLO AVENTURA - NOVA RESENDE-MG